16 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
5/04/19 às 14h40 - Atualizado em 5/04/19 às 14h40

“TRANSITOLÂNDIA” FAZ SUCESSO ENTRE A GAROTADA EM SOBRADINHO, NO DF

COMPARTILHAR

Escola Vivencial do Trânsito, no DF, visa conscientizar os baixinhos sobre comportamento de risco no ambiente viário

Uma boa iniciativa chega do Distrito Federal. Trata-se da Escola Vivencial do Trânsito, localizada no Parque Rodoviário do Departamento de Estradas e Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), em Sobradinho, onde são oferecidos cursos para crianças de 4 anos a 10 anos.

De acordo com a diretora Jucianne Nogueira, diretora da Diretoria de Educação de Trânsito do DER-DF, a intenção é conscientizar os pequenos sobre a importância de evitar comportamentos de risco no ambiente viário.

Criada em 2004, a Transitolândia – como a escola é conhecida – tem uma mini-cidade onde as crianças podem vivenciar, na prática e de forma lúdica, o que aprendem no curso. Nesta entrevista, Jucianne Nogueira, diretora da Diretoria de Educação de Trânsito do DER-DF, fala um pouco mais sobre a iniciativa, que atende cerca de 20.000 pessoas por ano.

1-Como funciona a Escola Vivencial do Trânsito?

Educar para formar cidadãos conscientes nas relações de trânsito é uma das principais preocupações do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF). Por isso, desde setembro de 2004, funciona a Escola Vivencial de Trânsito, conhecida como Transitolândia, no Parque Rodoviário do DER, em Sobradinho. O objetivo da escola é ensinar as crianças de 4 a 10 anos, de escolas públicas e particulares, como ser um cidadão consciente, que colabora com o trânsito e que não põe sua vida em risco, se tornando multiplicadores nos ambientes nos quais eles convivem, cobrando comportamentos adequados dos seus responsáveis e familiares.

As crianças são orientadas por meio de atividades lúdicas e teóricas desenvolvidas pelos Agentes de Trânsito do DER, com a colaboração de estagiários de pedagogia. Depois de aprender como se comportar no trânsito, eles seguem para a minicidade, construída na escola para oferecer um espaço de vivência dos ensinamentos, tais como travessias seguras, uso adequado do cinto de segurança e outros. Durante o passeio na minicidade, as crianças são estimuladas a responder o que deve ser feito em cada situação.

2- Quantas crianças já participaram do programa e de que forma?

São atendidas, anualmente, cerca de 20.000 crianças e profissionais. As instituições de ensino solicitam o atendimento pelo site da Transitolândia, conforme disponibilizadas as vagas. O transporte e o lanche são fornecidos por nós.

3- Como estimular a implantação de iniciativas como essa do DF em outras partes do país?

Órgãos presentes no Sistema Nacional de Trânsito e outras entidades podem desenvolver e aplicar atividades educativas voltadas para orientação da Educação no Trânsito. Tais iniciativas são de fundamental importância, visto que o trânsito é um dos maiores causadores de mortes no Brasil e no mundo. Conscientizar e educar crianças e jovens é prevenir acidentes e formar cidadãos mais responsáveis no Trânsito.

Para saber mais sobre as atividades da Transitolândia, acesse o site.

fonte: Estradas e Seguradora líder

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros