28 de setembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
23/08/17 às 16h18 - Atualizado em 23/08/17 às 16h18

ARTE NA PRAÇA

COMPARTILHAR

ARTE NA PRAÇA

Projeto artístico-musical vai sacudir

Sobradinho a partir do próximo sábado

 

Começa no próximo sábado, 26 de agosto, o maior projeto artístico-musical que Sobradinho já conheceu. O Arte na Praça apresentará shows musicais, palestras e oficinas de arte, inteiramente gratuitos, e será realizado todos os sábados, até março de 2018.

Cada evento constará de uma feira de artesanato; quatro palestras; quatro oficinas; um show musical, com artistas do naipe de Gessé Lima, Luca Rodriguis, Amélia Pinheiro, Rose Maria, João Dutra, Célia Rabelo e outros do cenário musical de Sobradinho; feira de artesanato e de produtos orgânicos e praça de alimentação; totalizando mais de 250 atividades em oito meses.

O Arte na Praça será desenvolvido pela Artise (Associação dos Artistas de Sobradinho e Entorno).

Luta – O maestro Alex Paz, ex-presidente da Artise e atual delegado regional de cultura, afirma que a Cidade e seus artistas transformaram Sobradinho na Cidade-Arte do DF, título que vinha ficando distante devido à dificuldade de se conseguir verba para as atividades culturais.

Paz, no entanto, ressalta que a população agora volta a ter acesso à produção artística e cultural de Sobradinho, após o abnegado esforço do deputado Ricardo Vale, que travou uma luta sem descanso até ver a verba para a realização do Projeto Arte na Praça liberada.

“O Arte na Praça torna a arte local acessível a um público que quer engrandecê-la, defendê-la e multiplicá-la, de forma que a produção dos artistas locais possa se firmar como motor de transformação social, aliada à educação e à cultura”, afirma o maestro.

Autoestima – O presidente da Artise, o músico e compositor Angelo Macarius, por sua vez, acredita que, ao aproximar os artistas da juventude, através da música e de oficinas de arte, a entidade direciona a poderosa energia dos jovens – que, muitas vezes, é gasta em pichações, drogas e outras futilidades – para atitudes positivas que poderão construir uma nova realidade social.

Macarius destaca que o Projeto resgata os artistas, suas obras e, consequentemente, a sua autoestima, “que anda muito em baixa, devido à crise econômica e política que nos assola”.

O presidente da Artise observa que o Arte na Praça quer ir ao encontro dos adolescentes e estudantes da Cidade, justamente para sensibilizá-los na sua fase de afirmação social e busca profissional.

Da mesma forma, a participação dos professores, dos artistas e da comunidade, segundo Macarius, vai ampliar a cidadania e fortalecer os alicerces da história e da cultura de Sobradinho.

É para isto – segundo o presidente – que a Artise propõe a realização do Projeto Arte na Praça, oferecendo oficinas de música, artes plásticas, artes cênicas, artesanato, cinema, fotografia, criação de roteiro, construção de instrumentos musicais, DJ, dança, além de shows musicais.

 

Fonte: José Edmar Gomes 

 

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros