19 de junho

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais

Sobre a RA

 

O novo administrador regional de Sobradinho, Eufrásio Pereira da Silva tem 62 anos é casado, pai de 2 filhos e 4 netos, todos nascidos e criados em Sobradinho, cidade onde reside há mais de 50 anos. É advogado criminalista e servidor aposentado do Senado Federal, graduado em Direito pela AEUDF e em História pelo UNICEUB.

Com uma forte liderança comunitária e religiosa, foi reconhecido recentemente pela Câmara Legislativa como Cidadão Honorário de Sobradinho. Foi diretor jurídico do Conselho de Lideranças Comunitárias de Sobradinho e é natural de Mara Rosa (GO). 

Atua como coordenador e organizador da “Via Sacra” da cidade desde 1985. Possui uma larga experiência à frente de projetos sociais na cidade, tendo sido presidente do Rotary Club.

Segundo o novo administrador o que se pode esperar de sua gestão é uma “gestão dinâmica, com a Administração e o administrador nas ruas, e foco em necessidades emergenciais nos
primeiros dias da gestão”.

Mirela Lopes Torres

Chefe da Assessoria de Comunicação

E-mail: ascom@sobradinho.df.gov.br / mirela.torres@sobradinho.df.gov.br

Telefones: (61) 3453-9117 / 9 9880-5133

 

 

 

Região serrana, Sobradinho foi fundada no dia 13 de maio de 1960, mas só chegou a ser oficializada mais tarde, pelo Decreto nº 571, de 1967. Atualmente, de acordo com a CODEPLAN, são 68.500 habitantes. Desse total, 49% estão na faixa etária de 25 a 59 anos. As crianças de zero a 14 anos representam 18% e os idosos 18%. Os que possuem nível superior completo e incompleto representam 18% e 10%, respectivamente. As atividades são predominantemente no Comércio, 34%, Administração Pública, 24% e Serviços Gerais, 11%, cada categoria. A Construção Civil representa 4%.

Na versão lendária mais popular, o nome da Região Administrativa veio da existência de um velho cruzeiro de madeira rústica, erguida antes de 1850, às margens de um ribeirão numa fazenda e no qual teriam sido construídas duas casinhas do pássaro João-de-Barro, sobrepostas, em cima do braço direito do mesmo. Tal fenômeno atraía a atenção dos viajantes, que passavam a tomar por referência aquele ponto geográfico, denominando-o “Cruzeiro do Sobradinho” ou “Sobradinho do Cruzeiro”. Na outra corrente, nestas terras existiu um pequeno sobrado que servia de referência para os contrabandistas de ouro que procuravam burlar o fisco real. A rainha de Portugal, Dona Maria, a louca, tomou conhecimento do fato e mandou construir nas proximidades um posto fiscal para conter o trânsito ilegal de minério. Isto foi suficiente para circular entre os garimpeiros, que procuravam alertar uns aos outros, com a seguinte advertência: “cuidado com o posto que a rainha colocou depois do sobradinho”.  O certo mesmo é que com o passar dos tempos, o ribeirão local terminou por ser denominado “Córrego Sobradinho”, do que resultou, por referência geográfica, a mesma denominação para as fazendas das redondezas, como “Sobradinho-Moji” e “Sobradinho dos Mellos”. E, assim, a partir de 1959, o loteamento da área onde está a Sede da RA-V, elaborado pela Novacap recebeu, também, o nome de Sobradinho.

Com o objetivo de melhorar o atendimento à população, o governo de Brasília profissionaliza a gestão pública nas administrações regionais. Uma das formas de garantir isso é por meio da aprovação do Regimento Interno das Administrações Regionais.

Publicada no Diário Oficial do Distrito Federal, a norma vincula, por exemplo, o conhecimento técnico ao exercício de cargos estratégicos nesses 31 órgãos.

Antes deste dispositivo, a Administração Regional de Sobradinho obedecia as normas estabelecidas pelo decreto Nº 16.247 de 1994

 

 

 

Nascido em Sobradinho, Valter Soares Leite possui formação em Gestão em Marketing.

Sua trajetória profissional começa no Hospital Regional de Sobradinho, onde trabalhou como auxiliar administrativo. Depois, esteve na Fundação Zerbini, atuando como agente comunitário de saúde.

Entre os anos 2007 e 2010, ocupou o cargo de Chefe de Gabinete da Administração Regional de Sobradinho II. Exerceu depois a mesma função na Administração Regional do Sudoeste/Octogonal, entre 2011 e 2013. Foi também responsável pela ouvidoria da Defesa Civil. Em 2016, ocupou cargo de assessoria técnica na CODHAB, com grande atuação na regularização fundiária em áreas de baixa renda.

É administrador de Sobradinho desde o dia 17 de abril de 2017.

Organograma Administração de Sobradinho – 2016

MISSÃO: Garantir serviços públicos de qualidade, promover a articulação eficiente com os demais órgãos para o atendimento das demandas da comunidade e valorizar as características serranas da cidade.

VISÃO: Ser referência, como Administração Regional, no atendimento humanizado participativo, com presteza, agilidade e transparência.

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros